Linhas de Transmissão

Uma trajetória voltada para o desenvolvimento do país

Constituída em 1948, a Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) está consolidada como a concessionária de um dos maiores sistemas de geração e transmissão do Brasil. Subsidiária da Eletrobras, a Companhia – de sociedade anônima de capital misto – possui sede em Recife (PE) e atua na geração, transmissão e comercialização de energia elétrica no território brasileiro. O processo de geração de energia da Chesf se concentra no Nordeste e é influenciado pelo regime hidrológico da região.

Ao todo, a Companhia possui 12 usinas hidrelétricas, com 10 reservatórios, que juntos armazenam 55,8 bilhões de metros cúbicos de água, responsáveis por 99,8% da sua energia produzida em 2017. Possui ainda uma usina térmica biocombustível e dois parques eólicos que, junto com as hidrelétricas, totalizam uma capacidade de 10.670,23 MW de capacidade instalada.

CAPACIDADE INSTALADA DA CHESF >>>

> USINAS > > RIO > > CAPACIDADE INSTALADA (MW) >
HIDRELÉTRICAS - 10.262,33
Sobradinho São Francisco 1.050,30
Luiz Gonzaga (Itaparica) São Francisco 1.479,60
Apolônio Sales (Moxotó) São Francisco 400,00
Paulo Afonso I São Francisco 180,00
Paulo Afonso II São Francisco 443,00
Paulo Afonso III São Francisco 794,20
Paulo Afonso IV São Francisco 2.462,40
Xingó São Francisco 3.162,00
Funil Rio de Contas 30,00
Pedra Rio de Contas 20,01
Boa Esperança Parnaíba 237,30
Curemas Piancó 3,52
EÓLICAS - 61,10
UEE Casa Nova II - 23,90
UEE Casa Nova III* - 28,20
TERMELÉTRICA - 346,80
Camaçari** - 346,80
TOTAL 10.670,23

* Em fase de teste operacional, com previsão de operação comercial em fev/18.

** Em processo de encerramento da concessão. Todas as unidades com operação comercial suspensa.



As regiões Norte, Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste recebem a energia produzida pela Chesf por meio de um sistema de transmissão, composto por 20.531,9 km de linhas que operam com níveis de tensão variando de 69 kV a 500 kV e abastecem o Sistema Interligado Nacional (SIN).

EXTENSÃO DAS LINHAS DE TRANSMISSÃO DA CHESF, POR NÍVEL DE TENSÃO >>>

> KV > > KM >
69 254,5
138 462,6
230 14.444,19
500 5.372,9
TOTAL 20.531,9

O Sistema de Transmissão também é composto por 119 subestações6 de potência (considerando-se nesse total as subestações de outras transmissoras em que a Chesf possui ativos) e mais 14 subestações elevadoras de usinas, as quais, juntas, totalizam 57.321,50 MVA de capacidade de transformação.

Em 2017, a Companhia incrementou 298 km de cabos de fibras ópticas OPGW7, passando a operar com 10.113 km. Essa tecnologia é responsável por enviar energia elétrica ao consumidor final de forma estável, com alta velocidade e baixa perda, oferecendo um serviço confiável e de qualidade.

Além das instalações próprias, a Chesf investe em outros empreendimentos de geração e transmissão por meio de Sociedades de Propósito Específico (SPEs), que agregam 10 parques de geração eólica e outras quatro usinas hidrelétricas ao portfólio de atuação da Companhia. Vide mais informações nas páginas 49 e 50.

PRINCÍPIOS E VALORES

> 102-16 >

A atuação da Chesf, em todas as instâncias, está alinhada aos valores, princípios, padrões e normas de comportamento expressos no Código de Ética, na Resolução e na Instrução Normativa de Medidas Disciplinares e no Mapa Estratégico da Companhia.

MISSÃO

Contribuir para o bem-estar da sociedade gerando e transmitindo energia

VISÃO

Ser empresarialmente eficiente e sustentável

VALORES

> Segurança
> Respeito às Pessoas com justiça e equidade
> Ética e Transparência
> Inovação e empreendedorismo
> Compromisso com a Sociedade
> Preservação do Meio-Ambiente



COMPROMISSOS VOLUNTÁRIOS

> 102-12 >

A Chesf tem como Visão estratégica garantir o crescimento sustentável da Companhia e, para tanto, assume compromissos com iniciativas nacionais e internacionais para a disseminação e o desenvolvimento do tema.

CARTA, PRINCÍPIO OU OUTRA INICIATIVA DATA DE ADOÇÃO AMBIENTAL, ECONÔMICO OU SOCIAL? INICIATIVA OBRIGATÓRIA OU VOLUNTÁRIA? PAÍSES OU OPERAÇÕES ONDE SÃO APLICADAS GRUPO DE STAKEHOLDERS ENVOLVIDOS NO DESENVOLVIMENTO E GOVERNANÇA DESSA INICIATIVAS
1. Pacto Global 2009 As três dimensões Voluntária Brasil Todos os stakeholders
2. Declaração de Compromisso no Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes 2014 Social Voluntária Brasil Todos os stakeholders
3. Princípios de Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) 2011 Social Voluntária Brasil Força de trabalho
4. Programa Pró- Equidade de Gênero e Raça 2007 Social Voluntária Brasil Força de trabalho
Educação Solidaria


A Companhia também participa, de forma estratégica, de associações e comitês que realizam fóruns e discussões sobre sustentabilidade, além de promover políticas públicas relacionadas ao setor.

> 102-13 >

> NOME > > ASSENTO NO
CONSELHO DE
GOVERNANÇA >
> PARTICIPAÇÃO
EM PROJETOS
OU COMISSÕES >
> CONTRIBUIÇÃO
FINANCEIRA >
> DIRETORIA
RESPONSÁVEL >
Associação Brasileira das Grandes
Empresas de Transmissão de
Energia Elétrica (ABRATE)
Assembleia Geral e
Conselho Diretor
Sim Sim DO
Associação Brasileira das Empresas
Geradoras de Energia Elétrica
(ABRAGE)
Assembleia Geral e Conselho Fiscal Sim Sim DO
Associação Brasileira de Normas
Técnicas (ABNT)
Não Sim Sim DE
Comitê Brasileiro de Barragens Sim Sim Sim DE
Comitê da Bacia Hidrográfica do
São Francisco (CBHSF)
Representante
do Segmento de
Hidroeletricidade
Sim Não DO
Comitê Nacional Brasileiro de Produção e Transmissão de Energia
Elétrica (CIGRÉ)
Diretoria Executiva
(Diretoria Financeira)
Sim Sim PR
Comitê de Patrocínio da Secretaria Especial de Comunicação Social da
Secretaria Geral da Presidência da
República (SECOM/PR)
Não Sim Não PR
Comissão de Ética Pública da Secretaria Executiva de Ética
Pública da Presidência da República
Não Sim Não PR
Fórum Nacional de Gestão da Ética nas Empresas Estatais, mantido
através do Acordo de Cooperação
Técnica e Financeira, acordado
atualmente por 20 empresas
partícipes
Não Sim Sim PR
Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) Membro Conselheiro
pelas Concessionárias
e Autorizadas de
Geração Hidrelétrica
Sim Não DO
Fundação COGE Sim Sim Sim DG
Associação Brasileira de Energia
Solar Fotovoltaica (ABSOLAR)
Não Não Sim PR
Memória da Eletricidade Não Não Sim PR
Câmara Americana de Comércio
(AMCHAM)
Não Sim Sim PR
Associação Brasileira de Energia
Eólica (ABEEÓLICA)
Não Não Sim PR


RECONHECIMENTOS E PRÊMIOS

Em 2017, a Chesf recebeu os seguintes prêmios e reconhecimentos:

> Prêmio Jorge Furtado de Desenvolvimento Regional: o projeto de responsabilidade social “Desenvolvimento de ações para produtores agropecuários e pescadores do território no entorno da barragem de Sobradinho-BA”, desenvolvido em parceria com a Embrapa Semiárido, foi premiado na categoria Projetos Inovadores para Implantação no Território.

> IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência: pelo primeiro ano, a Companhia participou da premiação e foi uma das três selecionadas na categoria “Boas Práticas”, concorrendo com outras 52 instituições.

> 15º Benchmarking Brasil: a Companhia ficou entre as “Top Ten” com o Programa Vivendo e Aprendendo, fazendo da Chesf uma Empresa-Cidadã pelo resgate da dignidade de homens e mulheres pela apropriação da palavra falada e escrita.

> XXIV Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (SNPTEE): a Companhia recebeu premiação honrosa pelo trabalho apresentado “Investimento em Segurança e Saúde no Trabalho como Estratégia Empresarial”, demonstrando a redução de custos associados à ocorrência de acidentes do trabalho e de doenças ocupacionais.

> Corrida Circuito das Estações - Etapa Primavera: premiada como empresa com maior número de participantes.

> Carta Patente: os Estados Unidos e, de forma subsequente, a China publicaram a concessão da carta patente relativa à inovação tecnológica que está sendo utilizada em subestações. O “Aplicativo para Regulação e Paralelismo de Transformadores de Potência” foi desenvolvido dentro do Programa de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Empresa. A tecnologia executa função de extrema importância para o sistema elétrico, pois regula o nível de tensão entregue pela Chesf às concessionárias de energia e que, por sua vez, chega ao consumidor final.

MODELO DE NEGÓCIO

O objetivo do negócio da Chesf consiste em gerar e transmitir energia, e a estratégia de atuação das principais áreas da Companhia tem como foco garantir que essa produção, cada vez mais renovável, seja comercializada e chegue até o consumidor final. O desafio é a melhoria contínua da eficiência nas operações, oferecendo soluções integradas e inovadoras para as pessoas, empresas, cidades e para o país. A busca por resultados que tragam valor aos stakeholders, não só no curto, mas também no médio e longo prazo, move o dia a dia da organização.

Recursos

Recursos
Recursos
Relátorio

ESTRATÉGIA CORPORATIVA

Em 2017, as empresas Eletrobras iniciaram o desafio de implantar ações com base no Plano Diretor de Negócios e Gestão (PDNG) para o período 2017- 2021, que estabelece um conjunto de diretrizes econômico- financeiras, associadas a limites de investimento, capacidade de endividamento, indicação de metas de expansão e custo de capital. O PDNG é composto por três estratégias e 18 iniciativas que visam consolidar a sustentabilidade empresarial.

GOVERNANÇA E CONFORMIDADE

  1. 1. Alinhamento dos Estatutos e alçada de aprovações
  2. 2. Implantação do modelo das 5 Dimensõesde Compliance
  3. 3. Eliminar fraquezas materiais
  4. 4. Implantar ações para listagem em índices e obtenção de selos de Gestão Corporativa

DISCIPLINA FINANCEIRA

  1. 5. Redução de investimentos
  2. 6. Privatização das distribuições
  3. 7. Venda de imóveis administrativos
  4. 8. Venda de participações em SPEs não estratégicas
  5. 9. Otimização tributária
  6. 10. Reestruturação societária visando aproveitamento de crédito fiscal

EXCELÊNCIA OPERACIONAL

  1. 11. Reestruturação Organizacional
  2. 12. Plano de Aposentadoria Incentivada (PAI)
  3. 13. Implantação do PRO-ERP
  4. 14. Centro de Serviços Compartilhados
  5. 15. Redução de custos administrativos
  6. 16. Redução de horas extras, periculosidade e sobreaviso
  7. 17. Estratégia Regulatória para Geração e Transmissão
  8. 18. Comercialização integrada de energia

Conheça o desdobramento das estratégias acessando o site de Relações com Investidores da Eletrobras: ri.eletrobras.com > Central de Resultados


ESTABILIZAÇÃO E CRESCIMENTO

Com base no PDNG da Eletrobras, a Chesf elaborou seu Plano de Negócios e Gestão (PNG) para o mesmo período, abordando temas relacionados à evolução recente dos negócios de geração e de transmissão, à perspectiva de expansão da Companhia, ao estudo de oportunidades e às questões regulatórias. Seguindo as metas estabelecidas, em 2017 as iniciativas do PNG trouxeram os seguintes resultados:

Plano de Obras de Transmissão: a Diretoria de Engenharia e Construção priorizou 47 empreendimentos de Transmissão, sendo 24 com conclusão prevista para 2017, com Receita Anual Permitida (RAP) prevista de R$ 65 milhões, e 23 para 2018, com RAP prevista de R$ 62 milhões. O investimento direto necessário para 2017 totaliza R$ 593 milhões e, para 2018, R$ 223 milhões. Para a realização do investimento previsto na implantação desse Plano de Obras, houve a necessidade de buscar um orçamento de investimento suplementar de R$ 277 milhões para 2017.

Plano de Obras de Geração: engloba os Complexos Eólicos Casa Nova I, Casa Nova II e Casa Nova III. Em relação à Casa Nova I, os valores orçados referem- se à conclusão da Linha de Transmissão e da Subestação que permitirá o escoamento da energia de Casa Nova II e III. Para a realização do investimento previsto de R$ 264 milhões para a implantação desse Plano de Obras, houve a necessidade de buscar suplementação do orçamento de investimento de R$ 152 milhões para 2017.

PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO

Plano de Negócios e Gestão Legenda Plano de Negócios e Gestão

A Gestão da Chesf é direcionada por um Plano de Negócio e Gestão (PNG) que define o plano de trabalho da Companhia pelos próximos cinco anos. Em 2017, o PNG passou por uma revisão com base nos cenários político e econômico e no Plano de Diretrizes de Negócio e Gestão (PDNG) da Eletrobras, mas se mantém alinhado ao Mapa Estratégico da Companhia, que não foi alterado. O tema foi apresentado para a diretoria por meio de um workshop realizado pela área de Planejamento Estratégico.

Em conformidade com o planejamento 2017-2021, o foco de atuação da Chesf em 2017 foi a busca pelo aumento da eficiência, compliance e gestão de risco. Ao longo do ano, a Chesf também trabalhou um Plano de Eficientização para adequar os custos com Pessoal, Material, Serviços de Terceiros e Outras despesas (PMSO), por meio de uma reestruturação e eficientização de processos nas áreas.


MAPA ESTRATÉGICO 2017-2021

Mapa Estratégico

Os Objetivos Estratégicos são desdobrados em Estratégias e Iniciativas. Cada estratégia possui um indicador associado e as iniciativas são compostas por diversos projetos, permitindo o envolvimento e a participação de todos os níveis organizacionais no Planejamento Estratégico. O monitoramento do Planejamento Estratégico é realizado por meio de reuniões com a Diretoria Executiva e o corpo gerencial de primeiro nível, permitindo o acompanhamento dos desvios entre as metas e os resultados apurados. Em 2017, foram realizadas seis reuniões de monitoramento. Os temas abordados e os principais resultados alcançados são apresentados abaixo:



Em conformidade com o planejamento 2017-2021, o foco de atuação da Chesf em 2017 foi a busca pelo aumento da eficiência, compliance e gestão de risco.



MONITORAMENTO DO PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO >>>

> TEMAS ABORDADOS > > OBJETIVO ESTRATÉGICO RELACIONADO > > RESULTADOS ALCANÇADOS >
Custos Operacionais e Reestruturação 1 - Aplicar as melhores práticas de gestão de mudanças, de conhecimento e de pessoas
Redução de 4% em relação ao orçado em 10 contas priorizadas: hora extra; gratificação de sobreaviso; periculosidade; exames periódicos; transportes; obras, manutenção e conservação; segurança física, viagens e documentação.
Redução de 42,5% da quantidade de funções gratificadas e 27,3% nos custos com gratificações.
Reestruturação em 47% das unidades organizacionais, passando de 301 unidades para 162.
Índices Econômico-Financeiros 2 - Aumentar a rentabilidade da organização
Lucro de R$ 1.044,0 milhões, representando 73,8% a menos* do que o ano anterior.
Receita operacional líquida (ROL)** apresentou uma diminuição* de 61,3% em relação ao exercício anterior.
Margem EBITDA*** foi de 12,0% em 2017 e 6,0% no ano anterior, representando um aumento de 6,0 pontos percentuais.
R$ 3.423,1 milhões de Custos e Despesas Operacionais apresentando uma diminuição**** de R$ 2.813,6 milhões (45,1%) em relação ao exercício anterior.
Desempenho na Expansão da Geração e Transmissão 3 - Implantar novas obras de expansão e melhorias priorizando o aumento da rentabilidade
Concluídas as Usinas de Energia Eólica (UEE) Casa Nova II e III.
Implantação de 24 Empreendimentos de Transmissão, estabelecendo o maior número de obras energizadas da história da Chesf.
Desempenho nas Melhorias de O&M de Geração e Transmissão 4 - Executar a operação e manutenção com eficiência e qualidade
Redução expressiva do número de desligamentos de 205, em 2016, para 76 em 2017, contribuindo para a melhoria dos indicadores operacionais da Chesf.
Melhorias (62) na Transmissão, dos quais 17 foram em Linhas de Transmissão, 10 em Subestações, 25 em Proteção e Automação e 10 em Telecomunicações.
Adequação em 17 Instalações para Tele-assistência.
Governança Corporativa 5- Aprimorar a Governança Corporativa
Treinamento online de Ética e Integridade, promovido pela Universidade das Empresas (UNISE), para disseminação de princípios éticos e conceitos de integridade corporativa de forma ampla para todos os empregados, alcançando 97% de adesão.
Lançamento do Canal de Denúncias das Empresas Eletrobras, que passou a receber, de forma centralizada, todas as denúncias relativas às Empresas do grupo.
Alienação de Bens Não Operacionais N/A Venda de 17 dos 22 imóveis não operacionais, previstos para o período. Incluídos 2 outros imóveis, não considerados anteriormente no PNG, e que também foram negociados, contribuindo assim para o alcance de 98% da meta de valor previsto inicialmente.

*Esta variação é decorrente do reconhecimento em 2016, dos valores homologados pela Aneel, relativos aos ativos de transmissão das instalações denominadas de Rede Básica do Sistema Existente – RBSE.
**Considera as deduções de impostos e encargos setoriais.
***Razão entre o EBITDA e a Receita Operacional Líquida (ROL).
****Redução decorrente, principalmente, da variação de R$ 3.123,6 milhões apurada no registro de provisão/reversão de impairment/contrato oneroso, sendo registrada reversão de R$ 763,3 milhões em 2017 contra o registro de provisão de R$ 2.232,1 milhões em 2016.

CHESF DESTAQUE


Também foram acompanhados pelo Conselho de Administração e Fiscal, periodicamente, o alcance de metas financeiras, operacionais, de governança e socioambientais estabelecidas no Contrato de Metas e Desempenho Empresarial (CMDE). Na maioria dos indicadores monitorados pela Chesf – relacionados ao desempenho econômico-financeiro, operacional, governança e socioambiental –, as metas foram atingidas durante o ano de 2017. Vale ressaltar que os esforços continuarão com o objetivo de alcançar a sua totalidade (100%), para o próximo ciclo.

Para 2018, a Companhia adquiriu um novo software de Gestão Estratégica, que permitirá a avaliação em tempo real dos indicadores financeiros, operacionais e socioambientais, além do acompanhamento de obras e melhorias a serem implementadas, o que trará maior agilidade na tomada de decisões dos gestores.



NOVOS NEGÓCIOS

> 102-2, 102-6, 102-15, 102-29, 102-31, 103-2, 103-3 >

A Chesf tem como valores o compromisso com a sociedade e a preservação do meio ambiente e, portanto, busca investir em projetos inovadores que vão ao encontro desses propósitos. Diante do potencial climático que a região Nordeste oferece, a Companhia investiu, em 2017, em empreendimentos de geração de energia eólica e solar em diferentes Estados da região.

Com relação à geração de energia termelétrica, a Chesf tem priorizado participar de empreendimentos com tecnologia a base de gás natural, que é ambientalmente mais adequado por poluir menos que outros combustíveis fósseis.

No segmento de transmissão, em 2017 não houve participação em novos leilões. A Companhia priorizou a implantação dos empreendimentos contratados e os novos reforços e m instalações existentes.

6 Incluindo as subestações de outras transmissoras em que a Chesf possui ativos.
7 Optical Ground Wire, em português: fio de aterro óptico.